Guerrero durante treino do Corinthians: Flamengo está de olho
Se Robinho é tido como sonho difícil, o Flamengo arregaçou as mangas e tenta concretizar o sonho do reforço de impacto. O nome escolhido é o do atacante Paolo Guerrero, que tem contrato com o Corinthians até julho e encontra dificuldades para a renovação. O Flamengo investe pesado na contratação do peruano.
Ainda não há acordo, mas a diretoria entende ser um negócio mais viável do que Robinho. O santista pediu R$ 1 milhão de salário e cinco anos de contrato, algo considerado fora da realidade do clube, principalmente pelo prazo. A proposta foi de pouco mais da metade deste valor, contrato mais curto e bonificações por metas.
No caso de Guerrero, a oferta salarial é similar à feita a Robinho, na faixa de R$ 500 mil mensais, mais um valor em luvas. Proposta que se encaixa no orçamento do clube.
Para permanecer no Corinthians, Guerrero pediu cerca de R$ 18 milhões mais os salários por um contrato até o fim de 2017. A pedida é considerada “salgada” também pelo Flamengo, que sinaliza com um valor menor de luvas parcelado ao longo do contrato: um valor à vista e o restante até o fim de 2017.
Outro argumento para seduzir o peruano, de 31 anos, é a promessa de salários em dia, em contraste com a fase vivida pelo Corinthians.
Na última semana, o Conselho Administrativo do Flamengo aprovou o empréstimo de cerca de R$ 18 milhões. Deste total, cerca de R$ 4 milhões poderiam ser utilizados em contratações.
Como Guerrero tem contrato com o clube paulista até o fim de julho e ainda vai disputar a Copa América pelo Peru em junho, no Chile, o Flamengo entende que a negociação pode se estender. Mas é em Guerrero que a arma rubro-negra está focada, pronta para dar o tiro certeiro.

Com ESPN
3
0 Comentários

Postar um comentário