Ricardo Drubscky teve menos de dois meses para trabalhar no comando do Flu
(Nelson Perez/Fluminense FC)
Ricardo Drubscky não é mais técnico do Fluminense. O treinador chegou a comandar a atividade da manhã desta quarta-feira, nas Laranjeiras, mas sua saída foi decidida em comum acordo com a diretoria tricolor após reunião na sequência. O auxiliar Marcão dará o treinamento nesta tarde.
Drubscky não ficou dois meses à frente do time tricolor. Ele chegou no dia 23 de março para substituir Cristóvão Borges. Nesse período, o técnico não conseguiu classificar o time para a final do Campeonato Carioca. Após longo tempo de treinamentos, sua situação ficou insustentável após a goleada para o Atlético-MG (4 a 1), no último domingo, pelo Brasileiro.
No total, Drubscky comandou o Fluminense em oito jogos, com cinco vitórias e três derrotas.
O treinador assumiu o clube tricolor na reta final do Carioca. Foram três vitórias e uma derrota até as semifinais da competição, quando acabou eliminado pelo Botafogo nas cobranças de pênaltis – após vencer o primeiro jogo e perder na sequência, em resultados iguais de 2 a 1. No Brasileiro, o treinador venceu o Joinville com dificuldades na estreia e perdeu para o Atlético-MG no último domingo.
Antes mesmo de saberem da decisão da diretoria de liberar Drubscky, os jogadores tentaram defender o trabalho do técnico, criticado após o último domingo.
“As críticas não são ao técnico, mas ao grupo todo. Não é só ele que está errado. Temos que fazer uma marcação mais ajustada, jogar melhor. Não é só ele (Drubscky), porque lá dentro de campo quem resolve é a gente”, disse o lateral esquerdo Giovanni.
Alvos da diretoria do Fluminense
Ney Franco, antigo sonho do presidente Peter Siensem e que está desempregado, é o preferido para assumir o comando do time. Outro nome que agrada ao dirigente e, principalmente ao atacante Fred, é o de Enderson Moreira, também sem clube. Com os alvos definidos, a diretoria do Fluminense inicia corrida para encontrar um nome rapidamente.
Do UOL, no Rio de Janeiro
3
0 Comentários

Postar um comentário