Pesquise no site

O policial militar Davi Cristiano das Neves Pereira, de 34 anos, morreu, na madrugada desta quinta-feira (14), em tiroteio ocorrido em um bar no bairro do Geisel, em João Pessoa. O caso aconteceu por volta das 3h30. Um homem que acompanhava Davi ficou ferido e foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.
De acordo com o comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Barros, o tiroteio envolveu também dois policiais civis. Ainda não se sabe o que motivou a discussão e, posteriormente, o confronto entre as duas duplas.
“Eles estavam no bar e em dado momento houve a discussão e o confronto, mas ainda não podemos apontar com precisão o motivo da briga. Isso tudo será investigado. Tanto os policiais civis, quanto o dono do bar estão prestando depoimento na Central de Polícia. Duas armas foram apreendidas no local e, segundo os policiais civis, eram as usadas por Davi e por esse homem que estava com ele, que acabou ferido com dois tiros no abdômen”, informou o comandante da PM.

Policial militar era investigado

Segundo a Polícia Militar, Davi Cristiano estava com porte de arma suspenso pela corporação. Ele respondia a um processo administrativo disciplinar que julgava sua capacidade de permanecer na instituição.
No final de janeiro, Davi Cristiano havia sido flagrado com uma arma em uma festa supostamente organizada por integrantes de uma facção criminosa, no bairro Portal do Sol. Na ocasião, mais de 20 suspeitos, incluindo o policial, foram levados para prestar esclarecimentos na delegacia.
Portal Correio

3
0 Comentários

Postar um comentário