Uma mulher de 32 anos morreu vitima de descarga elétrica quando o celular carregava a bateria. O corpo de Kennya Marceille Mendes Vianna foi encontrado já sem vida em sua residência, situada na rua Solon de Lucena, em Pirpirituba, onde morava há pouco tempo, cuja propriedade é da sua mãe, e, ao seu lado, o parelho celular.
Informações de parentes, uma das primas dela chegou a ligar, hoje à tarde, mas ela não atendeu a ligação. A prima então ficou preocupada e resolveu ir até a residência. Ao chegar lá se dirigiu até o quarto, onde se deparou com Kennya na cama com o celular sobre o corpo e sem nenhuma reação vital.
O tio dela, Michel, recebeu à noticia da fatalidade de sua sobrinha e também se deslocou de imediato até lá. Michel contou quando chegou no quarto da sobrinha o celular ainda estava carregando e ele quem retirou da tomada.
Uma das vizinhas de Kennya disse que estranhou a ausência dela hoje pela manhã, já que a jovem era de costume, logo cedo, tirar a moto.
Na cidade muita gente estava ainda sem acreditar que a jovem morreu após sofrer uma descargar de aparelho celular.
Após à noticia se espalhar pela cidade muitos populares se dirigiram até a residência da jovem.
No local além da guarnição policial de Pirpirituba, que isolou a residência, uma equipe do Samu ainda esteve no local, mas apenas para confirmar o óbito.
Com Gilvonildo Targino
3
0 Comentários

Postar um comentário