Pesquise no site


O brasileiro quando nasce, ou melhor, ainda no ventre da mãe, é estimulado a corrupção. Desde criança somos orientados a “se dá bem”, que se dane os outros. A má educação fica mais clara quando furamos a fila, infringimos a lei do trânsito, preenchemos uma nota superfaturada ou enrolamos no trabalho. Enfim, são velhas práticas que, infelizmente, estão no sangue brasileiro.
Mas nem tudo está perdido neste país. Os gestos de responsabilidade ainda existem. Em Pilõezinhos encontramos um “pingo d’água” no oceano – que sem ele o oceano seria menor. Na noite desta sexta-feira (29), durante inauguração da Ponte Central, a prefeita Mônica Cristina devolverá aos cofres estaduais exatos R$ 10.587,82. O gesto parece muito simples, mas o setor financeiro estadual admirou-se com a seriedade da gestora. Para muitos, o natural é “inventar” um jeitinho para gastar tudo a todo custo, praticando muitas vezes, o ilegal, o imoral. Desta vez foi diferente!
O custo total da obra foi R$ 635.834,87. Os R$ 10.587,82, devolvidos por puro zelo com coisa pública, atitude nunca vista antes no município, serve de exemplo para os próximos gestores.
Ganhamos não somente a maior obra de mobilidade urbana da história, mas também a confiança dos órgãos públicos que passam a ter a certeza que em Pilõezinhos tem uma gestora responsável e capaz.
ManchetePB
3
0 Comentários

Postar um comentário